Nitro Química

Votorantim vende Nitro Química, um dos símbolos da indústria brasileira

 
 
 

Fábrica quebrou monopólio dos Matarazzo na produção de seda sintética no fim dos anos 1930; empresa representa hoje menos de 1% da receita do grupo

André Vieira

Acervo

Primeiro grupo de funcionários da Nitro Química Brasileira, em 1936 Crédito: Memória Votorantim

A Votorantim vendeu a Nitro Química, um dos símbolos da industrialização brasileira. A empresa foi parar nas mãos do fundo de investimento Faro Capital, administrado pela gestora independente BRL Trust, segundo disseram pessoas a par da transação à ÉPOCA NEGÓCIOS. O valor do negócio não foi revelado. A empresa produz hoje nitrocelulose, um produto químico usado na produção de tintas e vernizes.

A Nitro Química faturou R$ 270 milhões no ano passado, menos de 1% da receita líquida do grupo Votorantim (R$ 29,5 bilhões). O grupo fatura hoje mais com a produção de cimento, metais, celulose, energia e laranja, seus principais negócios. Procurado, o fundo BRL Trust não comentou o assunto. A Votorantim confirmou a venda. “A operação faz parte da estratégia do grupo Votorantim de ajustar seu portfólio visando fortalecer e investir nos segmentos considerados core business para a companhia “, disse o grupo, em nota enviada à ÉPOCA NEGÓCIOS.

Acervo

Área de filtração de colódio da Nitro Química, em 1939 Crédito: Memória Votorantim

Para estudiosos sobre a história da empresa, foi um modelo de gestão que envolvia o nacionalismo desenvolvimentista e paternalismo. “Desde sua fundação, a Nitro Química teve relações privilegiadas com o Estado, particularmente no período Vargas”, escreveu Paulo Fontes, em seu livro “Trabalhadores e cidadãos; Nitro Química: a fábrica e as lutas operárias nos anos 50”, que narra o auge da empresa. Ele assinalou que a empresa era conhecida como a “CSN do setor químico”.

Acervo

Parque infantil e berçário da Nitro Química: empresa foi pioneira na participação social Crédito: Memória Votorantim

Com a venda da Nitro Química, uma era se encerra. A companhia foi por anos um mimo da família Ermírio de Moraes, controladora do grupo Votorantim. Foi criada em 1935 a partir de uma associação entre os empresários José Ermírio de Moraes e Wolf Klabin, da produtora de papel de mesmo nome. Eles importaram uma fábrica inteira dos Estados Unidos – 18 mil toneladas de máquinas, equipamentos e tanques – e reconstruíram no Brasil. A Nitro Química começou produzindo seda sintética – o fio rayon – para ser utilizado pela Votorantim, então uma fabricante de tecidos.

A iniciativa de Ermírio de Moraes e Klabin tinha o objetivo de quebrar o potente monopólio das Indústrias Reunidas F. Matarazzo. Para obter isenção fiscal na importação da fábrica, os empresários convenceram Getúlio Vargas de que o projeto industrial poderia servir para fins militares – entre os químicos produzidos, nitroglicerina. Vargas abraçou a ideia e participou da inauguração da empresa. Enquanto a fábrica era montada, levas de migrantes, da Bahia ao norte de Minas, foram trazidos para a região Leste de São Paulo, dando impulso ao então vazio bairro de São Miguel Paulista. Uma vila operária foi erguida.

Acervo

Banda Jazz Nitro, formada por funcionários da empresa Nitro Química Crédito: Memória Votorantim

Nos anos 1940, a Nitro Química transformou-se a maior empresa química do Brasil. No período pós-Guerra, greves de trabalhadores por aumentos de salários pipocaram. A empresa aumentou sua participação social na região, criando um clube de regatas (o rio Tietê ainda era limpo), uma banda de jazz, uma escola técnica do Senac e uma creche para funcionários. Com a introdução do nylon pela Rhodia no Brasil nos anos 1950, a Nitro Química perdeu dinamismo. Tentou transformar-se numa gigante do setor químicos, mas seus grandes projetos não foram adiante. Mesmo assim, continuou, menor, fazendo parte dos negócios do grupo – um joia lapidada, até então, pela família fundadora.

Anúncios
Esse post foi publicado em Notícias e política. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s