PINIweb.com.br | Herzog & de Meuron apresenta projeto do Complexo Cultural Luz | Construção Civil, Engenharia Civil, Arquitetura

21/Março/2012

Herzog & de Meuron apresenta projeto do Complexo Cultural Luz

Equipamento desenvolvido pelo escritório suíço será construído no centro de São Paulo para abrigar apresentações de teatro, música e dança

Mauricio Lima

O escritório suíço Herzog & de Meuron apresentou hoje (21), ao governo de São Paulo, o projeto do Complexo Cultural Luz. O equipamento deve se tornar um dos espaços culturais mais importantes da capital paulistana, com apresentações teatrais, musicais, de dança e outras manifestações artísticas. Incluso no projeto Nova Luz, o edifício deve também impulsionar o processo de revitalização do centro da cidade.

Divulgação: Governo de São Paulo
Interior do terreno terá uma série de espaços abertos

Os cinco pavimentos do edifício de 23 m de altura abrigarão três teatros, sendo o maior deles com capacidade para 1.750 pessoas, a sede da Escola de Música do Estado de São Paulo – Tom Jobim e da São Paulo Companhia de Dança, um restaurante e áreas administrativas. Além disso, haverá um café, loja e um estacionamento para 850 veículos. O fechamento do edifício, em sua maioria com vidro, permitirá a iluminação dos espaços internos. Dentro do terreno, muita vegetação e espaços abertos permitirão o convívio entre os visitantes.

 

O prédio de 70 mil m² será construído em terreno de 19 mil m², a partir de uma série de lâminas horizontais entrelaçadas entre si, que promovem uma ligação dinâmica entre os espaços abertos, com várias entradas de ar e luz. Essas lâminas foram pensadas de tal modo a se cruzarem em pisos intermediários, “favorecendo a proximidade e a visibilidade entre as diferentes partes do prédio”. Essas lâminas também criam uma série de “varandas” do lado de fora do edifício.

O complexo vai se integrar à praça Júlio Prestes. Uma das lâminas se estenderá sobre a praça, criando uma grande rampa como entrada principal do edifício. A Júlio Prestes ainda será reformada e ganhará áreas verdes para se tornar uma “extensão do Parque da Luz”, segundo o Governo do Estado. “Será formado assim um grande corredor verde na região central, começando nos jardins do Museu de Arte Sacra, seguindo pelo parque da Luz, pelo novo Complexo até chegar à Praça Princesa Isabel”.

“O complexo é de grande importância para o desenvolvimento cultural do Estado em toda sua riqueza artística. Sua construção caminhará paralelamente à revitalização da região da Luz e seu entorno. Temos certeza de que, finalizada a obra, o Complexo Cultural Luz estará inteiramente integrado não só à vida cultural da cidade, como ao cotidiano da região em que será instalado”, disse o secretário da Cultura, Andrea Matarazzo.

De acordo com o Governo do Estado, a licitação para a construção do complexo deve ser lançada em novembro deste ano, com previsão de início das obras para o primeiro semestre de 2013. O investimento total para a execução do projeto está estimado em cerca de R$ 500 milhões.

Divulgação: Governo de São Paulo
Edifício se integrará à Praça Júlio Prestes
Divulgação: Governo de São Paulo
Edifício terá espaço também para apresentações informais
Divulgação: Governo de São Paulo
Equipamento faz parte do projeto Nova Luz, de revitalização do centro da capital paulista
Divulgação: Governo de São Paulo
Lâminas horizontais entrelaçadas formam o edifício
Divulgação: Governo de São Paulo
Vegetação estará presente em todo o terreno do edifício.

Anúncios
Esse post foi publicado em Não categorizado. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s